24 de abril de 2010

Seria muito bom se tudo fosse como queremos e imaginamos ser, as coisas perfeitas, tudo no seu lugar e todos ao seu redor, sempre que penso em algo que me deixa plenamente feliz, penso sempre em coisas corriqueiras da vida que já estão no passado, como um simples gesto de um amigo, ou um abraço singelo de um namorado, coisas q ao meu ver naquela época, não eram tão importantes como agora. As coisas mais simples da vida e as mais marcantes, passam diante dos nossos olhos e se não tivermos audácia de observá-los e vivenciá-los, vão virar meras lembranças de um tempo que não volta mais. Qual a moral? Apenas o velho clichê que fala: "Aprecie as pequenas coisas da vida" Saber o real valor das coisas, poder sentir cada sentimento bom e cada palavra amiga, enxergar cada atitude que te valorize e cada atitude sua que desvalorize para não se arrepender depois, sempre há o perdão mas a palavra dita e o ato feito nunca se podem voltar atrás, não devemos viver a vida com medo de errar, mas sim vivendo sem medo de viver e tentar ser feliz sem tirar a felicidade de ninguém...

Nenhum comentário:

Postar um comentário